O que fazer de bom em Montevidéu?

Montevidéu é uma cidade relativamente jovem, que tem como característica marcante o seu clima tranquilo e acolhedor. Em alguns momentos, ela chega a lembrar bastante uma cidade do interior.

Com belos parques, ruas sempre limpas e um centro histórico muito bem preservado, muitos visitantes chegam a comparar sua estrutura aos principais destinos turísticos da Europa.

Além de ser a capital do Uruguai, Montevidéu também é a maior cidade do país. Ela é a sede administrativa do Mercosul e da ALADI (Associação Latino-Americana de Integração), demonstrando a sua importância no continente sul-americano.

De acordo com dados divulgados em 2004, a área metropolitana da cidade abriga quase metade da população do Uruguai. Além disso, Montevidéu é conhecida por ter uma excelente qualidade de vida, e também figura entre as 30 cidades mais seguras do mundo.

O que fazer e o que visitar em Montevidéu

Ciudad Vieja

Ciudad Vieja em Montevidéu

Montevidéu possui diversos atrativos, tanto durante o dia quanto à noite. A dica para começar a explorar a cidade é iniciar o passeio pela “Ciudad Vieja” ou Cidade Velha em tradução livre. É neste local que pode-se encontrar a Porta da Cidadela, o marco zero da cidade que era utilizada para proteger a região até 1829.

Avenida 18 de Julio

Vale a pena passar pela Avenida 18 de Julio, a principal da cidade, onde está localizado o Palácio Salvo, um dos cartões-postais mais conhecidos de Montevidéu. Seguindo a pé pela avenida, é possível também parar na catedral metropolitana conhecida como Cabildo. Além disso, ainda há o teatro Solís e o Museu Torres Garcia esperando a sua visita. É também na 18 de Julio que você vai encontrar a Fonte dos Candados (Fonte dos Cadeados).

Rambla/Rio da Prata

Rambla de Montevidéu

Outra atração obrigatória do roteiro é contemplar o Rio da Prata pela famosa Rambla de Montevidéu, um dos grandes orgulhos da população local. O calçadão de 20 km é perfeito para caminhar e passear de bicicleta. Dica: não deixe conhecer os pequenos mirantes espalhados ao longo do caminho. Um deles abriga o letreiro com o nome da cidade, na altura do bairro de Pocitos.

Carrasco e Pocitos

Letreiro de Montevidéu em Pocitos

Os bairros mais imponentes da cidade são Carrasco e Pocitos, portanto, ver a excentricidade e também beleza dessas regiões é essencial para uma visita completa. Para se ter uma ideia do quanto esses bairros são imperdíveis, Pocitos tem uma enorme área de areia fina e branca que costuma atrair os visitantes que passam pela região. Além disso, é lá que fica instalado o famoso letreiro da cidade.

Provar a culinária local

Churrasco no Mercado del Puerto em Montevidéu

Por fim, não podemos deixar passar a dica para você aproveitar o churrasco e vinho uruguaios. E aproveite também para provar outras delícias como os frutos do mar, as empanadas e as massas. Para completar, deguste os doces e sobremesas, principalmente aqueles que levam doce de leite. Eles são imbatíveis e imperdíveis.

Onde fazer compras em Montevidéu

Fazer compras é sempre um motivador das pessoas que desejam conhecer outros países. Mesmo que a maioria dos preços seja muito parecida com os praticados no Brasil, a cidade também oferece muitas ofertas imperdíveis.

Durante o inverno, é comum encontrar uma boa variedade de botas, casacos e outros acessórios para o frio, sempre com bons preços. Outro clássico é trazer na mala os seus deliciosos alfajores, independentemente da época do ano da sua viagem.

Vale a pena também aproveitar a famosa Feira de Tristán Narvaja, que acontece sempre aos domingos, e costuma oferecer um pouco de tudo. O evento é perfeito para quem deseja adquirir antiguidades e também alimentos diferenciados.

Já para quem deseja encontrar um grande número de lojas em um único espaço, vale a pena visitar a Avenida 18 de Julio e os shoppings Montevidéu e Punta Carretas.

Qual moeda usar em Montevidéu

A moeda oficial do Uruguai é o peso uruguaio, mas os comerciantes, restaurantes e lojas aceitam dólares e reais sem pestanejar. Em alguns locais com grande concentração de turistas, é comum você encontrar o valor de um produto anunciado nas três moedas.

Montevidéu tem casas de câmbio em diversos pontos da cidade, no entanto, evite fazer muitas trocas, pois certamente você perderá dinheiro na conversão. O ideal é já partir do Brasil com uma quantidade de pesos uruguaios suficiente para cobrir o período da sua viagem.

Além disso, usar o cartão de crédito em restaurantes também pode valer a pena, visto que cartões emitidos fora do país não pagam algumas taxas estabelecidas pelo governo uruguaio. Logo, você pode ter um bom desconto. Dependendo do valor da conta, esse fator acaba compensando a taxa de IOF cobrada pelo governo brasileiro.

Melhor época para visitar Montevidéu

Cada pessoa tem um perfil diferente, e isso dificulta um pouco no momento de cravar a melhor época do ano para conhecer Montevidéu. Mas a época do verão, entre o início de dezembro e o final de março, costuma ser a mais aproveitável para os passeios ao ar livre.

Você pode se divertir bastante na Rambla, por exemplo, sem se preocupar com o vento frio característico dos tempos de outono e inverno. Além disso, a temperatura mais agradável permite explorar a cidade em sua plenitude, já que você não corre o risco de ter algum passeio comprometido por conta do clima um pouco mais gelado do Uruguai.

Você acabou de conferir dicas de viagem sobre Montevidéu. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E se você ficou com alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *