Como funciona o transporte de animais pela LATAM

Quer saber todas as regras sobre o transporte de animais pela LATAM? Neste post nós explicamos todos os detalhes para você levar seu pet com total segurança

A prática de levar animais domésticos em viagens aéreas está longe de ser uma novidade: muita gente leva o seu pet para as férias ou até quando se muda.

A maioria das companhias de aviação têm políticas para o embarque desses “passageiros”, mas essas regulamentações não são compreendidas por muita gente.

Aprenda agora como funciona o transporte de animais pela LATAM e comece a preparar a próxima viagem do seu bichinho.


Como é o transporte de animais em aviões

Os animais podem ficar no compartimento de carga ou na cabine com os seus donos, claro que dentro de uma caixa de transporte.

Alguns clientes ficam preocupados com o bem-estar dos animais que vão no compartimento de carga, mas não há perigo: o local é ventilado e as caixas são bem presas, a fim de que eles estejam seguros mesmo em caso de turbulência.

Sobre os animais que são transportados nos assentos, é pouco comum que os demais passageiros tenham qualquer coisa contra: na realidade, a aceitação dos pets vem crescendo cada vez mais.

É totalmente proibido que o animal saia da caixa de transporte; obedecendo-se isso, os trajetos são bastante calmos.

Como funciona o transporte de animais pela LATAM


Como funciona o transporte de animais pela LATAM

A LATAM só permite que gatos e cachorros sejam transportados, e as taxas são ajustadas à moeda do país de destino.


Valores da LATAM para viajar no compartimento de carga

Se o animal de estimação viajará no compartimento de carga, os valores serão:

  • Para dentro do Brasil: entre R$ 900,00 e R$ 500,00;
  • Para dentro da Colômbia: entre R$ 294,12 e R$ 200,00;
  • Para dentro do Peru: entre R$ 375,00 e R$ 223,20;
  • Para longas distâncias: entre R$ 1.116,00 e R$ 558,00;
  • Para dentro da Argentina: entre R$ 355,20 e R$ 222,00;
  • Para dentro do Chile: entre R$ 356,89 e R$ 220,91;
  • Para dentro do Equador: entre R$ 297,60 e R$ 186,00;
  • Para voos regionais: entre R$ 1.023,00 e R$ 65,00.

Valores da LATAM para viajar na cabine

Já quando o animal viajará na cabine, os valores são:

  • Para voos dentro do Brasil, o embarque do animal será de R$ 200,00 (caso a pessoa esteja levando dois, o valor será ajustado e assim por diante);
  • Para voos na Colômbia, o embarque do animal custará 60.000 COP, o que representa R$ 79,50;
  • Para voos regionais, o embarque do animal custará R$ 744,00;
  • Para voos na Argentina, o embarque do animal ficará em R$ 266,40;
  • Para voos no Chile, será preciso pagar R$ 276,14;
  • Para quem levará o animal ao Ecuador do Peru, o valor será de R$ 167,00;
  • Já para os voos de longo alcance, o embarque do animal custará R$ 930,00.

Regras da LATAM para viajar no compartimento de carga

As exigências para os animais viajarem no compartimento de carga da LATAM são as seguintes:

  • A medição da caixa de transporte deverá ser máxima de 300 cm lineares e 115 cm de altura;
  • É preciso que essa caixa seja de material impermeável, que tenha resistência e que permita que o animal respire com comodidade;
  • O gato ou cachorro não poderá pôr o focinho ou as patas para fora, ou seja, as grades não devem ter muito espaço. Além disso, é preciso usar trava dupla;
  • O peso total deve ficar entre 70 e 99 libras, já incluída a caixa de transporte;
  • É proibido que essa caixa de transporte tenha rodas;
  • É obrigatório que o animal consiga girar de forma confortável dentro da caixa.

Regras da LATAM para viajar na cabine

Para os pets irem na cabine, a LATAM tem as seguintes regras:

  • Para caixas flexíveis, é necessário 36 cm de comprimento, 23 cm de altura e 33 m de largura. Já para as caixas de transporte rígidas, as medidas são 36 cm de comprimento, 19 cm de altura e 33 cm de largura;
  • É preciso que o passageiro fique nas poltronas da saída de emergência ou na primeira fila. Além disso, a caixa deve ficar completamente acomodada no assento;
  • Deve ser feita de material impermeável, ser resistente e permitir que o animal respire com comodidade;
  • O peso total deve ser de até 15 libras, já contabilizando a caixa de transporte;
  • É proibido que a caixa tenha rodas;
  • É necessário garantir que o animal não sairá da caixa à de transporte e, por isso, a sua abertura deve estar travada;
  • O gato ou cachorro deve ter espaço suficiente para mudar de posição dentro da caixa.

Como funciona o transporte de animais pela LATAM


Normas de saúde para transportar animais

Cada país de destino pode ter suas regras com relação à saúde do animal. Por isso, é importante que o dono do pet consulte a embaixada do país de destino.

No geral, os animais:

  • Não podem ter recebido sedativos, ou seja, é proibido viajar pela LATAM com animais “dopados”;
  • Precisam ser dóceis;
  • Estar vacinados e com boa saúde;
  • Ter ao menos 2 meses de vida. Porém, os EUA exigem que a idade mínima do pet seja de 4 meses.

Para solicitar o transporte do animal, basta escolher esse serviço ao comprar a passagem.

Como funciona o transporte de animais pela LATAM
5 (100%) 1 voto[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *