Como tirar o visto americano

Por mais que os anos passem, o sonho de milhares de brasileiros ainda é conhecer os Estados Unidos. Porém, quem quiser visitar o país das incríveis Nova York, São Francisco, Los Angeles, Miami, Orlando, Chicago, entre muitas outras maravilhas, precisa dar entrada no visto americano.

Esse documento é obrigatório para todo cidadão brasileiro que deseja andar livremente pelas cidades norte-americanas sem nenhum tipo de preocupação. E a primeira pergunta que vem à mente dos viajantes é: como dar entrada no visto para os Estados Unidos?

O processo para emitir a autorização vem passando por constantes mudanças, aparentemente com o objetivo de facilitar a vida dos viajantes. No entanto, na prática a história parece ser outra.

Isso porque a partir de junho de 2017, os EUA incluíram um questionário que solicita até mesmo os dados das redes sociais das pessoas. Esta medida mais rígida não se aplica a todos os casos, mas é sempre bom ficar atento (a) às exigências, que por sinal, estão cada vez maiores.

Para você não correr o risco de ter o seu visto negado, nós preparamos um passo a passo completo sobre o processo de emissão do documento. Dessa maneira, você poderá chegar bem preparado (a) para a entrevista no consulado. Acompanhe o texto até o final e veja as orientações.

Passo a passo para tirar o visto americano

Confira os procedimentos para tirar o visto americano sem dificuldades:

1. Formulário DS-160

Preencha o Formulário DS-160 disponível no site https://ceac.state.gov/genniv/. Essa página está em inglês, portanto, caso você tenha alguma dificuldade, é recomendável pedir ajuda a uma pessoa que conheça o idioma.

É essencial que todas as informações sejam precisas, sendo necessário também incluir uma foto do documento de identificação. Faça o preenchimento sem pressa e descreva todos os dados detalhadamente.

Lembre-se que você vai precisar confirmar algumas informações do formulário no dia da entrevista, portanto, não deixe margem para dúvidas.

2. Pagamento da taxa

Depois de preencher o formulário, você precisa pagar a taxa referente ao pedido do visto. O valor do visto americano é de US$ 160 para turismo e negócios, mas há outros tipos que podem chegar a US$ 270,00. Você pode fazer esse pagamento por boleto bancário ou cartão de crédito.

3. Agendamento da entrevista e da coleta de dados

Com o pagamento efetuado, você deve fazer o agendamento da sua entrevista e também da coleta de dados. A reserva da data pode ser feita pelo telefone ou diretamente no site. Para que o procedimento seja finalizado com sucesso, é importante informar o número do passaporte.

4. Coleta de Dados no CASV

Antes da entrevista, você precisa ir ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Vista USA) para registrar sua foto e suas impressões digitais. Leve o passaporte e também o formulário D-160.

5. Entrevista no consulado

Por fim, chega o momento de comparecer ao consulado americano que você escolheu no momento do agendamento. Compareça no horário marcado e, em hipótese alguma, se ausente da entrevista.

6. Retirada do visto americano

Se você obteve sucesso na entrevista, basta aguardar o tempo para o visto ficar pronto. Em média, leva até 10 dias úteis. Vale lembrar que, apesar do temor de muitas pessoas, em 96% dos casos, o pedido é aprovado.

Vale ressaltar que pessoas menores de 16 anos e maiores de 65 estão dispensadas tanto da coleta de dados, como também da entrevista, salvo algumas exceções.

Dicas para se dar bem na entrevista para o visto americano

Como tirar o visto americano USA

É muito comum bater aquele nervosismo incontrolável no momento da entrevista, ainda mais para quem está indo pela primeira vez. Para ficar mais tranquilo (a) e não correr riscos, veja algumas dicas valiosas que serão muito úteis:

1. Chegue com antecedência

Programe-se para não se atrasar. Chegar depois do horário pode pegar mal e você corre o risco de nem fazer a entrevista. Procure chegar com antecedência para evitar contratempos.

2. Leve somente o necessário

Leve com você somente o essencial, ou seja, o passaporte, documento de identidade, o Formulário DS-160, o comprovante de pagamento e o comprovante do agendamento. Não é permitido entrar com celular. Relógios também são costumeiramente barrados.

Você já deve saber que os norte-americanos levam a questão da segurança ao extremo, então evite ao máximo usar objetos de metal. Você vai passar pelos detectores, e os agentes que cuidam desta seção não são lá tão pacientes. Por via das dúvidas, dispense esses itens antes de ir ao consulado.

3. Documentos adicionais

Falamos há pouco dos documentos essenciais, mas você pode levar outros comprovantes para apresentar no momento da entrevista. Leve extratos bancários, comprovante de Imposto de Renda, contracheques, reserva das passagens aéreas e reserva do hotel.

Se você vai ficar na residência de um norte-americano, é recomendável estar com uma carta atestando a sua hospedagem lá. Se for a estudo, esteja com alguma declaração ou ofício do local em que você se matriculou.

Quanto mais comprovações você tiver, melhor será. Mas lembre-se: mostre os papeis somente se o cônsul pedir. Não chegue no guichê tirando um monte de coisa da pasta. É desnecessário e pode pegar mal.

4. Seja sucinto nas respostas

O cônsul vai fazer uma série de perguntas para você. E a dica é: responda somente o que ele perguntar. Tem horas que um “sim” ou um “não” já são suficientes. Você não precisa dar explicações muito longas ou se justificar. Isso pode demonstrar insegurança e chamar a atenção do cônsul. Aí, ele vai querer fazer mais indagações.

5. Não minta

Nunca, jamais, em hipótese alguma cometa o deslize de mentir na entrevista. E não estamos falando isso porque somos moralizadores, porque mentir é feio e você vai ficar de castigo por contar mentiras. É porque, simplesmente, uma mentira, por menor que seja, pode ser o fator determinante para você ter o visto negado (olha que castigo, hein?).

E não é que eles vão colocar um detector de mentiras em você. É porque os cônsules são preparados para identificar qualquer inconsistência nas suas respostas. Se eles perceberem que uma resposta não foi muito convincente, eles poderão te “cutucar” com mais perguntas sobre o mesmo tema. Aí você pode cair em contradição e revelar a mentira. Tome cuidado.

6. Confirme as informações do formulário

Lembra que falamos para você preencher o Formulário DS-160 bonitinho e com informações claras? Então, essa é a hora de colocar os dados à prova. O cônsul tem acesso a tudo o que você colocou lá. Desde o seu cargo, seu salário, tempo de viagem, até o hotel que você vai ficar. Responda tudo do jeito que você preencheu no DS-160. Isso é extremamente importante.

Não é que você vai precisar decorar as respostas, mas não cometa o erro de dizer uma coisa no formulário e falar outra para o cônsul. Isso pode significar o fim da sua viagem – antes mesmo de ela ter começado.

7. Demonstre que você vai voltar

Por fim, a última dica pode parecer besteira, mas procure transparecer ao cônsul que você tem data marcada para retornar ao Brasil. Enfatize o tempo que você vai ficar nos Estados Unidos, que você tem emprego fixo aqui, família, cursos, etc. Nunca é de mais esclarecer que você volta.

Tipos de perguntas feitas pelo cônsul

Basicamente, o cônsul vai querer saber da sua vida no Brasil e dos objetivos da sua viagem. Essas são algumas perguntas feitas na entrevista:

 Já viajou para o exterior antes?

Por que você está indo aos Estados Unidos?

⇒ Qual cidade você vai conhecer?

⇒ Por que escolheu essa cidade?

⇒ Por quanto tempo você vai ficar?

⇒ Onde você vai se hospedar?

⇒ Com quem você está indo?

⇒ Com o que você trabalha?

⇒ O que você faz no trabalho?

⇒ Você tem parentes ou amigos nos EUA?

⇒ Você está estudando atualmente?

⇒ Onde você estuda?

⇒ Qual curso você faz?

Essas são algumas perguntas recorrentes feitas pelo cônsul, que naturalmente vai ditar o rumo da conversa. Ele pode querer saber mais sobre o seu trabalho e vai dar menos atenção ao tempo de viagem. Esse critério varia de acordo com o entrevistado.

Locais de atendimento para o Visto Americano

Tirar visto americano

O endereço completo dos locais onde são feitos o atendimento do Visto Americano pode ser encontrado no site https://br.usembassy.gov/pt/vistos/, onde são informadas o endereço da embaixada e consulados no Brasil, os principais são:

Embaixada dos EUA Brasília

  • SES – Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03 – Brasília, DF
  • Fone: (55-61) 3312-7000
  • Fax: (55-61) 3225-9136

Consulado-Geral Rio de Janeiro

  • Avenida Presidente Wilson, 147 – Centro
  • Rio de Janeiro, RJ
  • Telefone: 3823-2000 (horário de funcionamento de segunda a sexta das 8h às 17h)

Consultado-Geral São Paulo

  • Rua Henri Dunant, 500,
  • Chácara Santo Antônio,
  • São Paulo- SP, 04709-110
  • Telefone: (11) 3250-5000

Consulado-Geral Recife

  • Rua Gonçalves Maia, 163, Boa Vista Recife-PE
  • Telefone: (81) 3416-3050

Você acabou de conferir informações sobre o visto americano. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos. E se você ficou com alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *