Qual é o limite de dinheiro para levar à Europa?

Quer saber como funcionam as regras de dinheiro viagem Europa? Acompanhe as informações neste post

Viagens internacionais são uma ocasião muito propícia para ter problemas com a Receita Federal, principalmente por causa de quantia de dinheiro não declarada.

Muitos podem ficar focados em conseguir euros o suficiente para aproveitar, fazer compras e ficar confortáveis durante a sua viagem, mas poucos se lembram de que esse dinheiro tem de ser declarado quando soma mais de R$ 10.000,00.

Os turistas precisam ficar atentos não às possíveis regras do país para onde vão: normalmente, há exigência mínima de valores e não máxima.

O principal cuidado deve ser cm a alfândega brasileira: quem estiver transportando 3 mil euros, por exemplo, estará levando R$ 12.000,00, aproximadamente, sendo obrigatório fazer a declaração à Receita Federal.


Quanto eu posso levar no avião em viagem para a Europa?

O turista pode levar consigo, no avião, quanto dinheiro precisar: desde que ele esteja declarado à Receita do Brasil caso ultrapasse R$ 10.000,00.

Uma vez que se toma esse cuidado, não há problema com a quantidade de dinheiro que se leva na bagagem de mão.

Apesar de não haver esse tipo de regra, é importante lembrar que os turistas devem considerar sua segurança também. Portar muito dinheiro não é seguro nunca, ainda que seja dentro de um avião.

Mesmo sendo um ambiente fechado, é perfeitamente possível que alguém perceba que há dinheiro na bagagem de mão e que queira pegá-lo. O fato de os voos para Europa serem longos também facilita isso.

Sendo assim, o melhor é que o turista não leve muito dinheiro vivo consigo, optando por ter um cartão de crédito internacional.

Dessa forma, ele continua podendo fazer suas compras, mas corre menos risco de ser roubado.

Se ele não tiver outra opção e precisar levar o dinheiro vivo, é indicado que não se coloque tudo no mesmo compartimento da bolsa.

Também se recomenda não deixar a bagagem de mão sozinha: a pessoa que está viajando sem companhia deve levar o seu dinheiro ou a sua bolsa consigo ao banheiro.

Na eventualidade de o turista perceber que seu dinheiro foi roubado, deve conferir todos os compartimentos da sua bagagem para certificar-se.

Uma vez que tem a certeza, precisa comunicar ao serviço de bordo imediatamente; dessa forma, a polícia é avisada para que uma busca ocorra no avião.

Qual é o limite de dinheiro para levar à Europa?


Com quantos euros posso sair do Brasil?

Não existe um “teto”, ou seja, as pessoas podem sair do país com o quanto de euro que quiserem, desde que não se esqueçam de fazer a conversão para real e de declarar à Receita Federal se essa conversão resultar em R$ 10.000,00 ou mais.

Considerando que o euro esteja em, aproximadamente, R$ 4,00, os turistas deverão fazer a declaração à Receita se estiverem levando 2.500 euros.

Cabe reforçar: dá para levar quantos euros a pessoa quiser, apesar de isso não ser seguro por causa do que foi exposto anteriormente, que é o risco de atrair bandidos.


Vale a pena levar cartão de crédito para viagem à Europa ou não?    

Utilizar cartão de crédito internacional vai deixar os turistas mais seguros, no tocante a roubos, mas pode ser um pouco caro. Além de considerar a variação do câmbio, o turista também deverá pagar IOF, que vai passar dos 6%.

Para quem não quer atrair bandidos com o dinheiro vivo, mas não quer pagar tantas taxas, a solução é conhecida como travel money (dinheiro de viagem).

Trata-se de um cartão, mas que é pré-pago: o viajante mantém o controle dos gastos e ainda se livra de pagar a variação de câmbio.

Qual é o limite de dinheiro para levar à Europa?


Como funciona a compra de euro

Apesar de a Europa ser um continente com vários países, a moeda mais importante de lá é o euro e recomenda-se levar essa moeda. Geralmente, as pessoas estão acostumadas a se pautar pelo dólar, mas há países que exigem o euro na alfândega: a Itália, por exemplo.

Contudo, comprar moeda estrangeira é uma coisa a ser muito avaliada: há momentos nos quais ela se desvaloriza e eles são os ideais para a compra. Além de atentar para o sobe e desce do câmbio, o turista tem de escolher um lugar de credibilidade.

Muitos bancos comuns realizam venda de moeda estrangeira e é melhor escolhê-los porque são locais mais conhecidos. Quem é correntista do Banco do Brasil, por exemplo, pode se informar nas agências sobre a compra de moeda. Além desse banco, o Itaú também trabalha com setor de câmbio.

As casas de câmbio também são lugares seguros para quem quer comprar euro. Por outro lado, é muito perigoso para os turistas comprar euro (e qualquer outra moeda) de terceiros, seja pessoalmente ou pela Internet.

Nunca existe a garantia de que aquele dinheiro não é decorrente de crime ou que é verdadeiro e o turista fica arriscado a ser impedido de entrar no país porque está com euros falsificados, precisando explicar à polícia alfandegária porque está com notas desse tipo.

Qual é o limite de dinheiro para levar à Europa?
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *